RSS

4 de abr de 2011

Gwen

Como todo blog que se preze há um personagem, porque esse também não teria, certo. Decidi então criar uma "novela" para o blog, aonde teremos personagens como personagens de novela mesmo, uma mocinha, um vilão e até um mocinho, mas para fugir ao máximo do clichê vamos mudar algumas coisinhas... Nessa novela que terá seu primeiro capítulo hoje será você leitor que irá decidir o futuro dos personagens.

Em um pequeno bairro de casas iguais, aonde todos se conheciam vivia uma estranha garota, o nome dela era Gwen apelido de Gwennever, nome que odiava, já que era complicado demais, quando aprendeu a escrever seu próprio nome já tinha 8 anos. Não só o nome mas a vida toda de Gwen era bastante complicada, com apenas 14 anos, já tinha um histórico de traumas de dar dó em qualquer um.



Mas Gwen diferente de todos, não sentia nem um pouco de dó de si mesma, gótica, considerada perigosa e maluca pela maioria das pessoas que tinham amor a vida, só pensava em curtir a vida e em sua grande obsessão, virar uma famosa estrela do rock, sua grande paixão.

O primeiro passo para isso já estava dado, já tocava guitarra muito bem, tinha uma voz a qual todos invejavam e tinha uma aparência bastante peculiar, digamos assim, cabelos negros repicados e mechas azuis, bem no momento estavam azuis, ela mudava a cor do cabelo de acordo com o que estava sentindo.


Apesar de ser tão diferente Gwen tinha muitos amigos, seu jeito descontraído e cómico ajudava bastante, entre eles sua melhor amiga Lili era bem parecida com ela, gótica que só vendo, entrava em todas as loucuras que Gwen inventava.

Seus outros amigos Luna, uma garotinha bastante meiga, Guilherme, seu melhor amigo, estava lá sempre que precisava de um elogio para levantar sua auto-estima, Henrique, um garoto que era totalmente apaixonado por ela, Drew, outro maluco apaixonado, e por último mas não menos importante Brad, um garoto geek por qual Gwen sempre foi apaixonada.


Um dia voltando para a casa após o ensaio da banda aonde tocava Gwen dá de cara com um homem mal trapilho desmaiado na porta de sua casa, ao se aproximar Gwen percebe que o homem não é um estranho mas sim um velho amigo de seu pai, que não via a muito tempo, aliás não via seu próprio pai a muito tempo fora criada por seus agora já falecidos avós, e hoje morava com sua mãe, seu pai tinha sumido quando Gwen era bastante pequena, mas para ela havia deixado escrita uma carta dizendo que tinha ido embora pois não tinha nascido para ser pai e não aguentaria a pressão da paternidade. Sua mãe a culpava por ter feito seu pai ir embora e por isso brigavam muito.



Quando se aproximou mais um pouco Gwen viu que o homem estava completamente aterrorizado e pelo cheiro forte de Cachaça também deveria estar bêbado, com um pouco de medo deu um leve tapa na cara do homem e disse:



- Max é você, o que aconteceu



O homem assustado levantou e disse:


- Gwen você precisa fugir descobriram tudo, rápido, rápido


Logo depois o homem fraco desmaiou e Gwen sem entender o que estava acontecendo ligou para uma ambulância.

Ao chegar a ambulância, os paramédicos perguntam a garota se aquele era seu pai e ela mente dizendo que sim, já que não queria deixar Max ir sozinho ao hospital, pelo pouco que lembrava de sua infância ele tinha sido um grande amigo de sua família.


Tarde da noite sua mãe a liga preocupada, para saber aonde ela está e ela explica toda a situação, poucos minutos depois sua mãe chega ao hospital e insiste em tirar Gwen dali rápido, a garota teimosa não quer ir embora e deixar Max ali sozinho, pelo que lembrava ele era casado e tinha filhos mas não tinha o telefone de sua família, e quando o encontrara desmaiado não havia celular ou carteira alguma com ele, sem contar que estava curiosa sobre o que ele havia dito, como assim fugir.

Após garantir que a polícia local estava encarregada de achar a família de Max, Gwen resolveu aceitar ir para casa com sua mãe. Mas no caminho ela só sentia uma sensação estranha de que estava sendo observada, e de repente mais rápido do que seus péssimos reflexos podiam aguentar apareceu um homem misterioso e apontando uma arma para a cabeça de sua mãe a enfiou a força dentro de um carro e deixou um bilhete escrito:


Sei quem você é, não adianta fugir você vai pagar pelos erros de seu pai.



Gwen completamente perdida só sabia de duas coisas,

1- estava completamente sozinha e 2-precisava sair dali urgentemente.


Então pessoal por hoje é só esperem até o próximo capítulo para saber o que irá acontecer com Gwen e sua turma, e dêem sua opinião nos comentários, o que você leitor sugere que aconteça com Gwen e que tal sugerirem um nome para nossa novela.


Bjs,


Mila

1 comentários:

Debbie_s2 disse...

Legal...A Gwen naum parece nem um pouquinho com vc né? 'haha
Mas, uma coisa: A novela é de que assunto ???
Se vc quiser ajuda to aki \o/
O blog é bom mas vc pode diminuir so o pouquinho o texto, plis?
Bjs e Keijos
Deeh

Postar um comentário

 
Copyright Blog da Mila 2009. Powered by Blogger.Designed by Ezwpthemes .
Converted To Blogger Template by Anshul .