RSS

1 de jul de 2011

Anonymous

Vivemos hoje em uma sociedade em crise, nossa maior crise é ignorar a crise.
O nosso destino já está escrito desde o dia em que nascemos, não por nossos pais, mas sim pela sociedade em que vivemos.

Desde sempre ouvimos de todos as mesmas regras a serem seguidas, para sermos bons cidadãos.

Desde tirar boas notas em matérias na maioria das vezes desnecessárias até fazer faculdade se casar e ter filhos.

Aliás nem podemos questionar que tais matérias são desnecessárias que logo ouvimos uma enchente de frases decoradas por nossos mestres (professores) que foram passadas de geração por geração para explicar de uma maneira não muito clara o porque de tudo isso.

Será o fim da liberdade de expressão, mas a verdade mesmo é que tudo isso é simplesmente uma ilusão, nunca fomos livres para dizer o que realmente queríamos.


Somos como robôs que seguem ordens sem perceber que estão sendo dominados por um sistema. Nós também temos nosso sistema.

Fazemos coisas que nem sabemos porque, só para seguir a normalidade.

Muitas dessas coisas já viraram lei, como ir a escola.

Será que isso que fazemos a tantos anos sabendo que é o melhor para nós é realmente o melhor.

Claro que hoje em dia quem não estuda não tem a mínima chance de evoluir no mercado, mas afinal o que é esse "mercado" criado.

Tudo não passa de uma competição por mais e mais dinheiro, para gastar em produtos supérfluos, criados por máfias que não visam o bem dos consumidores, mas sim o lucro. Afinal esse é o maior objetivo do sistema capitalista, o lucro.

E agora que sabemos que a única coisa que fazia o sistema capitalista valer a pena, que era a liberdade de expressão proposta, não passa de uma ilusão, o que nos resta desse modo de vida.

Afinal não podíamos estudar da nossa forma, estudar o quisermos, nas áreas que nos interessamos sem ter que lidar com esse antro de dominação chamado escola, claro que não, o governo decide o que acha que será melhor para nós e logo isso vira lei.


Será hora para mais uma revolução, como as que vemos em nossos livros de história, acho que sim.

Mas para que derramar mais sangue, assim nada pregado nas antigas e famosas revoluções valerá.

E é por isso que a ideia pregada pelo grupo anonymous me inspira, nessa nova era tecnológica que vivemos eles resolvem começar uma revolução pela Internet, o maior meio de liberdade de expressão que temos, continua sendo falsa, mas mesmo assim é o mais próximo que temos.

Por isso eu apoio anonymous, mesmo tendo sido chamado de ameaça pela maioria dos governantes, eu apoio.


Bem tire suas próprias conclusões, assista ao vídeo, acredite vale a pena gastar 10 minutos de sua vida com isso:

http://www.youtube.com/watch?v=8c1ua7szp1U


Agora é só esperar o dia 5 de novembro...


Bjs,


Mila

3 comentários:

Rod disse...

hehe frist coment
bom gostei mtu do post, fla sobre varias coisas em que agnte percebe esse meio que sistema, mas eu tbm achei q vc e o video exageraram pelo menos um pouco, o mundo tem leis para serem seguidas, brechas nessas leis abrem tambem brechas para desigualdades, crimes, e esse tal de "sistema",se quisermos mudar temos sim que ir a luta, principalmente com os problemas politicos brasileiros, mas pra mim, esses caras são só um bando de anarquistas, daqueles que veem teoorias de conspiração até no gato fugir de casa.
bom é isso, e deeh(se é q posso te chamar assim)
relax, tbm gosto muito dos seus comentarios, o negocio do plagio é só zuera, faço isso com a mila toda horaXD n precisa se preocupar com o fbi, (eu n posso correr o risco de descobirem onde eu to agora), bom sinto muito e boa sorte pro frist comment na proxima,mais cuidade, pq eu so bom nisso
xaus
anonimo não tão anonimo mais ainda sim anonimo ou se preferir rodrigo
PS:nunca fussem meu blog (ainda tenhu q descobrir como apagalo)

Deeh disse...

Hahahah...de boa. Era zoeira tbm. Criatividade definitivamente não é uma qualidade minha. Pena q eu perdi u_u.
Enfim, vamos ao que interessa. Concordo com o que vc disse em geral, mas há certas partes realmente contraditórias a minha opnião. Na verdade, acredito que essa "falta de liberdade" é culpa da falta de responsabilidade. Eu odeio perder as esperanças, mas se continuarmos sem um ponto de equilibrio entre ideias (uns exageram e outros ignoram), acho que a própria humanidade irá se degradar. As vezes nos preocupamos demais com a liberdade, mesmo tendo tudo que precisamos, enquanto pessoas morrem de fome ou se amedrontam com a violencia. Não, a culpa não são as leis, não são as escolas. A culpa é do ser humano, que insiste em achar que viver é simples, que não possui riscos, e que há outros seres humanos sofrem com atos inconsequentes que cometemos. Eu sei que é difícil chegar a uma conclusão concreta, sempre haverá dúvidas. Somos diferentes, afinal. Mas é preciso enxergar que o mundo "ruim" que vivemos hoje é um retrato de nós mesmos. Somos capitalistas, porque somos egoístas. Fazemos guerra, porque temos dificuldade de perdoar, de partilhar. E as vezes erramos sobre nossos valores, erramos as leis, erramos na educação. E sabe por que? Porque TODOS nós temos defeitos. Não adianta jogar a culpa nos políticos - apesar deles errarem muito-, porque também somos responsáveis pelo que está acontecendo. Colhemos o que plantamos.
OKKK...PODE IGNORAR O MEU TESTAMENTO.
Mas eu tinha qque desabafar. qq
bjs - Déborah

Anônimo disse...

Adorei esse post Mila...concordo que somos controlados pelo sistema e a escola nao passa de mais um lugar em que o sistema pode nos controlar e definir o que devemos pensar e com agir...na minha opiniao havera mais uma revolucao sim e nao vai demorar,ate mesmo porque a situacao esta cada vez mais grave.
Luiza

Postar um comentário

 
Copyright Blog da Mila 2009. Powered by Blogger.Designed by Ezwpthemes .
Converted To Blogger Template by Anshul .